Lavanda
por Lívia Tavares

Lavanda


O lavanda é uma cor suave derivada da mistura de azul e roxo. Ela é capaz de provocar uma sensação de calma, espiritualidade, contemplação e silêncio. Pessoas mais agitadas deveriam apostar no tom para minimizar a atividade elevada, acalmar as situações estressantes do dia a dia ou criar um espaço espiritual especial.




Proposta de decoração autoral


O fato é que ele também é uma tendência vinda do Ultra Violet, eleita pela Pantone a cor do ano de 2018.


“Vivemos em tempos que precisam de criatividade e imaginação. É esta energia criativa e inspiradora que nos traz a cor indígena PANTONE 18-3838 Ultra Violet, uma cor roxa, derivada do azul escuro, que eleva as nossas expectativas aos mais altos níveis. Evocando a exploração de novas tecnologias e das grandes galáxias, com sua expressão artística e reflexões espirituais, o intuitivo Ultra Violet ilumina o caminho do que esta por vir.” Leatrice Eiseman - Diretora Executiva do Pantone Color Institute






Já o violeta é uma cor extravagante que não combina com os tímidos e discretos. É associada ao poder e á nobreza, á fantasia e a magia.




Fonte Pinterest



Em contato com a percepção cerebral, além de estimular a criatividade, atua com o desbloqueios criativos. Também é uma cor que proporciona calmaria e tranquilidade em seus tons mais suaves.


Atualmente, a tendência do Ultra Violet proporcionou uma renovação nos interiores que pode ser explorada de diversas maneiras. O exemplo abaixo mostra que não é apenas em quartos de bebês que ele pode ser usado. Com uma base neutra estruturada, contrasta harmonicamente com cinzas, beges, amadeirados e variáveis personalidades e estilos.





Fonte Pinterest


Pode também cenografia ambientes dramáticos, como na proposta abaixo.



Fonte Google e Pinterest


Misturada ao clean também se destaca sem carregar muito o ambiente, mesmo os menores deles. 




De fato não é uma cor que agrada a maioria, mas no universo do Design de Interiores o desafio é saber usar qualquer cor e valorizar os ambientes.
O gosto pessoal vem em primeiro lugar.

Continue lendo sobre as cores para escolher a que melhor se encaixa em cada ambiente e personalidade.