Branco
por Lívia Tavares

Se você vem acompanhando os posts da série “As cores” sabe quantos aspectos a cor envolve. Conhecemos mais sobre a simbologia, influencias psicológicas e atreladas á saúde, questões culturais, preferências, em quais materiais a cor está presente, que ela pode ativar nossas recordações e emoções, alterar as dimensões do espaço entre outros.


Neste post vamos refletir sobre o branco e também entender porque ele é considerado uma cor. Esse pode ser um dilema a ser discutido mas segundo a Teoria da Óptica, o branco é a soma de todas as cores do espectro luminoso, e também o resultado da mistura das cores primárias azul, verde e vermelho.


Apenas 2% das pessoas citam o branco como a cor preferida, e entre homens e mulheres, 2% deles gostam contra apenas 1% delas.

É a cor que amplia, reflete a luminosidade, uma das preferidas dos fãs do estilo clean ou a que contrasta bem com os tons mais escuros. Pode ser usado num conceito mais sofisticado e no minimalista.




Projetos fonte Google. Autoria não mencionada


Ótimo para ambientes menores, o branco proporciona frescor, leveza, calma, mas se usada em excesso pode transmitir frieza e vazio. Usar o branco em grandes superfícies pode refletir a energia da cor em um ambiente, mesmo que possa refletir aridez.



Afetivamente o branco está associado á inocência, pureza, limpeza, paz e divindade.




Projetos fonte Google. Autoria não mencionada

Simbólicamente está relacionado á virtude e o amor de Deus. Sugere libertação e equilíbrio interior. 




Projetos fonte Google. Autoria não mencionada

A combinação de todos os materiais, cores e estilo é o que resulta em um ambiente diferenciado e bem projetado. Certamente é o fruto de muita pesquisa, atualização e estudo de um profissional da área. Entre em contato comigo se estiver buscando essa transformação em seu ambiente.

Até o próximo post.